O Show do Macaco!

, 1 Comments »

Vou Postar meus contos, cronicas e coisas afins que ando escrevendo. To meio que devegar na escrita, mas sempre que tenho um tempinho escrevo algo. Um conto super legal, leia e divirta-se!!

 

Naquela época o Urso era o Rei da Floresta. Vocês devem estar se perguntando, e o Leão ou Tigre, sempre são eles os Reis da Floresta? Bem, eu digo que é o Urso o Rei da Floresta, por dois motivos: O Leão foi trapaceado e foi parar em uma terra chamada Savana, lá ele é Rei, não é bom falar quem foi o trapaceiro que fez isso com ele, você pode se complicar. E o Tigre nunca foi Rei em lugar nenhum, foi ele que espalhou que era Rei.

Na verdade, o Urso é o melhor Rei que pode existir. Possui sabedoria, bondade; adora comer frutas e tomar mel. Todo ano coloca um dos seus súditos, que são todos os animais da floresta, no trono enquanto hiberna. O animal é escolhido na Festa Anual da Floresta, todos os animais são convidados. Ouvi dizer que até humanos são convidados, mas só aqueles que fizeram coisas boas para a mãe natureza, só que dessa vez não convidaram nenhum humano. A Festa começa ao anoitecer e só termina ao amanhecer regado com comida, bebida, musica e dança, muita dança.

Todos os animais se preparam para essa festa, mas tem um que não gosta muito dela, melhor dizendo, odeia, é o macaco. Ninguém sabe seus motivos, alguns até comentam que é porque nunca foi Rei enquanto o Urso hiberna. Mas a verdade não é só isso, o macaco queria na realidade, era ser o animador da Festa, ele chama de ‘a Noite das Macacadas’ sua apresentação que é dividida em mágica, dança, canto e show de piadas. Ate hoje ninguém viu esse número, mas ele fala para os quatro cantos da floresta que existe.

Um dia antes da Festa, o Rei divulga quem será a estrela ou estrelas da noite, e todo ano, o macaco fica com esperança de ser a estrela que irá animar a Festa, pois qualquer animal que tenha alguma habilidade artística pode se inscrever, mas nunca foi. Mas apesar de saber que nunca ira ser chamado, ele sempre vai ao local saber quem será escolhido a estrela da Festa. Vocês devem estar se perguntando mais uma vez, por que é que ele não é chamado pelo o Rei para animar a Festa, não é? Se você não sabe, fique sabendo agora, mas o macaco é o animal mais enganoso e sorrateiro e criador de caso e fofoca e sem palavra de toda a floresta, isso é da natura macaquistica dele desde que o homem nem andava ereto na terra. Saiba disso, fama assim na Floresta é sem volta.

Mas voltando a história, o macaco foi ver quem seria a estrela que iria alegrar a Festa naquele ano. Não mostrou emoção alguma quando viu “A Tartaruga e suas Galinhas Bandoleiras” como banda animadora, A Sabiá como cantora solista, Senhor Tatu e suas Bolas Incríveis e o Gato fechando a noite com o Show de Piadas. Fazia duas Festas seguidas que eram eles os animadores da noite.

Mas o macaco não ficou triste daquela vez, apenas sorriu para si mesmo, e macaco rindo é merda vindo.

Então veio a grande Festa. A clareira que fica no meio da Floresta é o local da Festa. Estava tudo pronto, o trono do Rei Urso, o palanque para a banda que estava testando som, o palco de piadas cheio de luzes estava só aguardando o gato. No meio da clareira estava a grande mesa; essa mesa era enorme, pois tinha que caber todos os animais da Floresta. Era feita de Carvalho silvestre para conter a euforia que sempre ocorria depois de beber muito durante a festa. Quando a lua nasceu no leste começou aquela que seria a festa mais fora do comum de todos os tempos na floresta.

Mas aconteceu um fato curioso. Ninguém estava gostando da Festa, principalmente das apresentações, nem mesmo o Rei Urso, festeiro por natureza. A banda da tartaruga mostrou o mesmo repertório dos anos anteriores. Depois veio o solo da sabiá, sua apresentação foi mais melodramática que nunca, dizem os boatos, que seu marido o sabiá - Maneco fugiu com uma canária de penas brilhantes. A animação que estava basicamente morrendo, morreu de vez. Todos os animais estavam desanimados por causa das apresentações serem as mesmas. Veio o banquete, somente o Rei Urso comeu ferozmente, tinha que se preparar para sua hibernação, mesmo que seus súditos não se animassem com tanta fartura de comida em suas frentes. 

Depois do banquete, o tatu se apresentou, ficou com uma vergonha sem fim, se deixou cair sozinho em cima de uma grande bola, bem na parte final de sua apresentação. Recebeu um mar de vaias de expectadores chateados

O macaco olhou tudo àquilo em silêncio, e viu sua chance chegando de fininho. Espalhou no meio da clareira que aquela noite seria lembrada como uma noite de tristeza, para qualquer animal da floresta, a Festa Anual era o momento de maior alegria para eles, pois o resto do ano seria dias fugindo de caçadores, trabalhando duro e outras coisa cansativas, e o pior, espalhou que o Rei iria escolher o coelho como Rei. Na floresta os animais tinham um trauma com o coelho, uma vez ele foi escolhido como rei e todos os animais comeram cenouras durante vários meses. 

Pela a ironia, foi o coelho que espalhou primeiramente sua vontade de ver o show de macacadas do macaco. Esse boato acabou parando nos ouvidos do Rei Urso. Bem, presumiu o Rei Urso, pior não pode ficar que venha essa macacada!

E o macaco foi chamado para o palco principal. E começou o Show de Macacadas.

Primeiro veio a Banda Banana Caramelada tocando só sucessos das antigas com guitarras no som máximo, sendo o macaco o vocalista. Depois de um tempo, todos cantavam e dançavam, até o Rei Urso participou numa canção com sua voz grave e limpa. O nome da musica era “Dormindo na Carvena”. Depois veio o sapateado, onde o macaco dançava coreografias ritmadas por salvas de palmas e gritos. Estavam todos animados que esqueceram o Show de Mágicas, menos o macaco, pois realmente ele mentiu aqui, não sabia nada de mágicas. E por final, O Show de Piadas. Naquela noite nenhum animal se livrou, serviram de chacota piadista do macaco, soube-se depois que o gato tentou se matar por causa disso, mas como tem sete vidas ainda ficou com seis. Macaco foi o senhor da festa naquela noite, e para fechar com chave de ouro, foi escolhido Rei da Floresta.

Moral da historia, mesmo que você carregue nos ombros um nome sem dignidade, procure tocar numa banda de rock, ou conte piadas que ela some em uma noite.




----FIM----



Sr. Pikachu Sama

Dedicado ao meu chapinha Gabriel!

1 Response to "O Show do Macaco!"

Ana Karoline Says :
28 de outubro de 2008 16:54

eu adoro esse conto! ^^

Postar um comentário